top of page
  • Foto do escritorMarcelo Vedolin

Bancos Centrais sob pressão

Petrobras Revela Resultados em Meio a Semana Marcada por Inflação nos EUA


A semana de negócios inaugura-se com a conclusão da temporada de divulgação de resultados do primeiro trimestre de 2024, trazendo à tona anúncios cruciais, notadamente o da Petrobras (PETR4) nesta segunda-feira (13), após o encerramento das atividades nos mercados.


Às 8h25, o Banco Central traz à luz o aguardado Relatório Focus, o primeiro após uma decisão fragmentada do Comitê de Política Monetária (Copom), que abaixou a taxa Selic para 10,50% ao ano.


CARTAS NA MESA - Pres. do Banco Central, Roberto Campos Neto (à esq.) e Min. da Fazenda, Fernando Haddad.

Destaca-se também a ata da última reunião do Copom, a ser publicada amanhã (14), sob olhares atentos dos investidores.


Neste encontro, cinco membros do comitê, incluindo o presidente do Banco Central, optaram por uma redução de 0,25 ponto percentual, enquanto outros quatro diretores preferiram um corte de 0,50 p.p.


Em contraste com o início deste ciclo, marcado também por uma divisão, o comunicado careceu de esclarecimentos sobre os fundamentos dos votos de cada grupo.


Assim, a minuta promete trazer à tona mais detalhes sobre a percepção do BC acerca do panorama econômico interno e global.


Nos Estados Unidos, na terça-feira, será divulgado o Índice de Preços ao Produtor (PPI, na sigla em inglês) referente a abril.


No dia subsequente, entra em cena o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês), com uma projeção da London Stock Exchange Group (LSEG) de uma alta de 0,4% na comparação mensal.


Este panorama internacional acrescenta uma dimensão adicional à já complexa teia de eventos econômicos desta semana.

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page