top of page
  • Foto do escritorDa redação NovoAgro

Brasil: Recorde nas Exportações de Peixes

No cenário internacional, a piscicultura brasileira emerge como protagonista, registrando um início de ano auspicioso com volumes significativos de exportação de peixes de cultivo.


Em uma análise comparativa com o primeiro trimestre de 2023, os dados impressionam tanto em termos de valor quanto de volume.


Exportação de tilápia: aumento de 50% em relação ao mesmo período do ano anterior.

De janeiro a março de 2024, as estatísticas da balança comercial testemunharam um crescimento expressivo, com um aumento de 20% nas toneladas embarcadas, totalizando 2.085 toneladas, e um incremento de 48% no faturamento, atingindo a marca de US$ 8,7 milhões.


Francisco Medeiros, presidente executivo da Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR), comenta entusiasmado sobre o desempenho do setor:

"Viemos de um ano com um crescimento sólido nas exportações e iniciamos 2024 com resultados ainda mais promissores, registrando um aumento de quase 50% na receita nos três primeiros meses, em comparação com 2023. Este cenário reflete um setor em franca expansão. Em uma década, observamos um salto notável, passando de 638 mil toneladas/ano produzidas de peixes de cultivo para alcançar 887 mil toneladas em 2023. Embora as exportações ainda representem uma fatia modesta, o potencial é imenso."


O mais recente Informativo do Comércio Exterior da Piscicultura, elaborado pela Embrapa Pesca e Aquicultura em colaboração com a Peixe BR, ressalta que as 2 mil toneladas exportadas no primeiro trimestre deste ano constituem o maior volume registrado para esse período desde 2020.


A tilápia emerge como a espécie mais demandada, representando 95% das exportações, enquanto os filés frescos ou refrigerados respondem por 65% do valor total, alcançando a cifra de US$ 5,6 milhões.


O crescimento da exportação de tilápia foi impressionante, com um aumento de 50% em relação ao mesmo período do ano anterior.


Os Estados Unidos continuam sendo o principal destino dos peixes de cultivo do Brasil, absorvendo 89% do total exportado, o que se traduz em uma receita de US$ 7,7 milhões. China, Japão, Colômbia e Canadá seguem como mercados importantes.


Entre os estados brasileiros, o Paraná mantém sua posição de liderança nas exportações de tilápia, sendo responsável por 81% das exportações, totalizando US$ 6,7 milhões.


São Paulo e Bahia surgem em seguida, com 12% e 4% respectivamente, do total exportado.


Fonte: Notícias Agrícolas - Peixe BR

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page