• Marcelo Vedolin

Qual é a saída para o Brasil?

Por Marcelo Vedolin




“A guerra na Ucrânia, bloqueios na China, interrupções na cadeia de suprimentos e o risco de estagflação estão martelando o crescimento. Para muitos países, a recessão será difícil de evitar”, declarou David Malpass, presidente do Grupo Banco Mundial.


A invasão da Ucrânia pela Rússia e o aumento resultante nos preços das commodities agravaram os danos induzidos pela pandemia à economia global, que segundo o Banco Mundial, pode ser “um período prolongado de crescimento fraco e inflação elevada”.


O atual ambiente de alta inflação e fraco crescimento traçou paralelos com a década de 1970 , um período de intensa estagflação que exigiu aumentos acentuados nas taxas de juros nas economias avançadas e desencadeou uma série de crises financeiras em mercados emergentes e economias em desenvolvimento.


Para reduzir os riscos de que a história se repita, o Banco Mundial exortou os formuladores de políticas a coordenar a ajuda à Ucrânia, combater o aumento dos preços do petróleo e dos alimentos e estabelecer um alívio da dívida para as economias em desenvolvimento.


***


Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA intensificaram sua orientação contra a varíola do macaco na segunda-feira, incentivando as pessoas a “praticar precauções aprimoradas” para conter o surto, que se espalhou para 29 países não endêmicos no mês passado.


Embora o órgão de saúde pública tenha dito que o risco para o público em geral permanece baixo, o alerta incentiva as pessoas a evitar contato com pessoas doentes, incluindo aquelas com lesões na pele ou genitais, bem como animais doentes ou mortos.


Além disso, alertam aqueles que apresentam sintomas do vírus, como erupções cutâneas ou lesões inexplicáveis a procurarem um médico.


***


Enquanto isso em Brasília…


A grande questão para governo e oposição é como garantir que os preços da gasolina, do óleo diesel e do gás de cozinha (Gás Liquefeito de Petróleo, GLP) não subam demais.


A Petrobras, não reajusta a gasolina há 88 dias, mesmo assim, a média nacional dos preços do diesel seguem salgados, R$7,00, e em alguns municípios, o preço da gasolina supera R$ 8,50 o litro.


Os combustíveis pressionam a inflação, corroem a popularidade do presidente Jair Bolsonaro, derrete a imagem do presidente Lula por causa dos escândalos da Petrobrás,

Preocupados com a saúde e educação de suas famílias, nesse polarizado cenário político, a única saída para o Brasil, tanto para empresários, quanto para trabalhadores, infelizmente, parece ser o aeroporto.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo