top of page
  • Foto do escritorMarcelo Vedolin

IBOVESPA: a única certeza são as incertezas

Atualizado: 14 de jun.

O dólar americano alcançou nesta quarta-feira (12) a cotação de R$ 5,40, marcando o maior valor desde 4 de janeiro de 2023, quando fechou em R$ 5,4523. Paralelamente, a Bolsa de Valores do Brasil experimentou uma queda significativa, refletindo as preocupações dos investidores com a política econômica do governo federal.


As incertezas aumentaram após o Congresso devolver a Medida Provisória do PIS/Cofins devido à pressão de diversos setores, o que evidenciou o enfraquecimento político do ministro da Fazenda, Fernando Haddad.


No entanto, a principal fonte de preocupação para o mercado foi a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no fórum internacional FII Priority Summit.


Durante o evento, Lula enfatizou a importância de considerar questões sociais nas discussões econômicas e destacou que o mercado não é uma entidade isolada da política e da sociedade.

Presidente Lula: "O mercado não é uma entidade isolada da política e da sociedade".

Estas declarações geraram reações negativas no mercado, contribuindo para a queda de 1,40% no Ibovespa, o principal índice da Bolsa de Valores brasileira.


Os investidores reagiram à perspectiva de uma política econômica que pode colocar mais ênfase em aspectos sociais em detrimento de medidas pró-mercado.


No cenário internacional, o dia começou com uma nota mais tranquila após a divulgação dos dados de inflação dos Estados Unidos, que indicaram estabilidade.


O Índice de Preços ao Consumidor (CPI) não mostrou alterações em maio, aumentando a expectativa de que o Federal Reserve (Fed) possa manter ou até reduzir as taxas de juros no futuro.


Nesta quarta-feira, o Fed decidiu manter as taxas de juros entre 5,25% e 5,50% ao ano, com previsão de apenas um corte de 0,25 pontos percentuais até o final de 2024.


A conjunção desses fatores evidencia um cenário econômico volátil, com o mercado financeiro reagindo tanto a influências internas quanto externas.


As políticas do governo brasileiro e as decisões do Fed continuarão a ser monitoradas de perto pelos investidores, que buscam sinais de estabilidade em um ambiente global marcado por incertezas.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page